Início Boi Gordo Mercado de reposição: aquecido de um lado, travado de outro

Mercado de reposição: aquecido de um lado, travado de outro

91
0
COMPARTILHAR

De maneira geral há dois cenários distintos para o mercado de reposição de bovinos de corte.

Por um lado, há regiões com mercado travado, com poucas negociações. Isso porque as chuvas ainda não foram suficientes para a melhoria das pastagens e, consequentemente, há menor ímpeto por parte da ponta compradora.

Por outro lado, há praças onde o mercado está aquecido, isso porque a procura por categorias mais eradas movimenta o mercado.

Além da demanda mais aquecida, a baixa oferta de animais destas categorias faz com que as cotações ganhem sustentação.

Em Goiás, por exemplo, nos últimos trinta dias o boi magro (12@) e o garrote (9,5@) tiveram valorizações de 8,8% e 8,3%, respectivamente.

Em São Paulo, o cenário também é de firmeza e negócios acima da referência são comuns tanto para o boi magro de (12@) como para o garrote (9,5@).

O mercado de fêmeas segue com baixa demanda, sem força para valorizações.

No balanço semanal, considerando a média de todas as categorias de machos e fêmeas anelorados pesquisadas pela Scot Consultoria, as cotações fecharam em alta de 0,2%.

Para o curto prazo, a tendência é que o mercado ganhe ritmo conforme a recuperação das pastagens.